DIRETORIA DO SINDICATO DOS TERAPEUTAS DO ESTADO DA PARAÍBA - SINTE-PB - É EMPOSSADA
NO DIA 12 DE MAIO NA CÂMARA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA EM SOLENIDADE DE PAZ E HARMONIA

15/05/2006

No último dia 12 de maio, reuniram-se terapeutas do Estado da Paraiba para analisarem o estatuto que regerá a categoria de Terapeutas no Estado, e para dar posse à Primeira Diretoria do Sindicato dos Terapeutas do Estado da Paraíba e Município de João Pessoa - SINTE-PB, para o exercício de 3 anos. Chapa única, já que após a publicação no Diário Oficial e jornal de grande circulação, conforme orientações do Ministério do Trabalho, não apareceu outra chapa para competir nas eleições, e dentro do mais rigoroso trâmite do que manda a Lei, a Primeira Diretoria do SINTE-PB teve sua instalação no Auditório da Câmara Municipal de João Pessoa.

A abertura do evento coube à anfitriã e grande incentivadora do movimento dos terapeutas na Paraíba, vereadora Paula Francinete, que após fazer seu discurso de abertura, passou à leitura do estatuto para, democraticamente, todos os presentes votarem a aprovação ou desaprovação dos ítens apresentados, numa forma da mais pura liberdade de expressão do pensamento do terapeuta paraibano sobre as leis internas que passarão a reger a categoria a partir de então.

Para presidir o SINTE-PB foi escolhida a Irmã Maria do Socorro, ícone em todo o Estado da Paraiba, no que concerne ao trabalho abnegado na capital e interior do estado, levando as terapias aonde quer que passe, com todo carisma próprio desta criatura de pura LUZ, que com carinho, amor e alegria, trata tanto as doenças físicas quanto as espirituais dos que a procuram. Por isso é tão respeitada e querida em todo o estado, quer seja pelas mais altas autoridades, ao mais simples irmão. Ninguém melhor para assumir uma missão frente à categoria de terapeutas naquele estado.

Abaixo, leia o DISCURSO completo da querida Irmã Socorro

Durante a solenidade, o Deputado Rodrigo Soares compareceu para prestigiar a Vereadora Paula Francinete por patrocinar o evento, assim como levar seu apoio e solidariedade à querida irmã Socorro, a quem se prontificou a apoiar, junto à Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba, a gestão frente ao SINTE-PB. Colocou a Assembléia Legislativa ao dispor do SINTE-PB para, dia 02 de junho, reunir os terapeutas paraibanos numa solenidade de reconhecimento do sindicato.

Da esq. para a direita: Irmã Socorro - presidenta do SINTE-PB, Adeilde Marques - presidenta da Fenate, Dra Maria Inês Aires - presidenta do Sindicato dos Aposentados e Pensionistas da Paraiba, Deputado Rodrigo Soares, Vereadora Paula Francinete, e Dr Genildo - assessor do deputado Rodrigo Soares.
A composição da mesa mostrou à sociedade paraibana toda a diretoria do SINTE-PB que irá representar a categoria no Estado da Paraiba no período de 3 anos.
O Coral da Academia Sagrada Família encantou a todos os presentes ao entoarem a música que representa a força do terapeuta paraibano, o que emocionou a todos os presentes, que cantaram juntamente, reforçando o grito de Luta que a diretoria do SINTE-PB agora encampa em defesa da categoria.
A vereadora Paula Francinete e o Dr Genildo - assessor do Deputado Rodrigo Soares, recebem das mãos da presidenta da Fenate, Adeilde Marques, proposta de Projeto Lei para regulamentação da categoria de TERAPEUTA a nível estadual e municipal. A mesma proposta está sendo encaminhada a deputados e vereadores de outros estados, pois, a Fenate entende que se os Estados e Municípios reconhecem a categoria nas suas jurisdições, o reconhecimento a nível federal terá uma possibilidade maior de se tornar realidade mais rapidamente.

No dia seguinte (13 de maio) , toda a diretoria se reune com a presidenta da Fenate, Adeilde Marques, que prestou esclarecimentos de todo o trabalho e projetos da Fenate, tirou todas as dúvidas e orientou na caminhada que de agora em diante, conjuntamente com os outros sindicatos e associações filiados à Fenate, seguirão rumo à Regulamentação, META de todos. O almoço foi bastante animado. Após o almoço, um passeio pela Praça dos 3 Poderes, onde fica localizada a Assembléia Legislativa, ponto do próximo encontro dos terapeutas paraibanos.


Discurso da fundação do Sindicato dos Terapeutas proferido pela Irmã Socorro de Jesus - Presidenta

"Companheiras e companheiros Terapeutas holísticos do meu Estado.
Nos anos 60, ainda estudante, em Natal-Rn, participei de um encerramento de um curso de alfabetização de adultos,pelo método Paulo Freire, onde ele mesmo se fazia presente.. No fim daquela linda festa de Formatura, eu ouvi de um dos diplomados: “Agora somos povo. E hoje, nesta tarde bonita,em que fundamos e criamos o nosso Sindicato, após anos de sonhos que um grupo de companheiros se alimentava com o pensamento de uma escritora Paraibana, Ana Maria de Sales: “Se você sonhar, Se você acreditar, Se você tentar, Não haverá nada que não possa realizar”
E, como aquele cidadão alfabetizado, com o mesmo entusiasmo, com a mesma alegria, quase infantil, repito:”Agora somos classe”. Começamos hoje na Paraíba, a ser uma profissão organizada, cada vez mais comprometida. Nascemos hoje como classe, em nosso Estado. Mas como Terapeutas holísticos sempre existimos ao longo da historia, que em vários momentos do seu trajeto, fez surgir pessoas preocupadas com a saúde do povo, enfocando holisticamente, suas necessidades e seus anseios.
Não vou me lançar nos braços da história, agora. Apenas lembrar que a terapia holística nasceu nos primórdios da humanidade que nós conhecemos. Já dizia o Historiador Alemão Werner Jaeger: ”Boa parte das técnicas que aplicamos na terapia holística, são anteriores à própria humanidade.”
Quero dizer que não é nada novo. Mas o velho sempre é novo, quando acolhido em um coração acalentado pela esperança que antevê um mundo novo. E a novidade de hoje é que vamos gritar com audácia e com humildade, que esta classe quer ser respeitada, como reza o lema da Federação Nacional dos Terapeutas: “Sou Terapeuta e mereço Respeito”.
Nosso Sindicato, hoje nascente, quer crescer. E quando se pensa em crescimento, pensamos também em luta, e em defesa.
Defender os nossos direitos profissionais, defender a nossa classe. Direito de sermos politicamente inseridos neste contexto de Brasil de hoje.
Com tristeza, lembro-me dos companheiros terapeutas de Nova Palmeira, alto sertão Paraibano. Organizadas, construíram uma obra fantástica a serviço dos mais pobres. E estourou uma perseguição vinda do nada e a Prepotência de alguns poderosos. Durante muito tempo, esta obra ficou paralisada na história do sertão.
Tendo conhecimento dessa situação, pensei: “Se existisse um sindicato, isto não aconteceria”. E foi a partir daí que cresceu ainda mais o nosso desejo de organização.
Mas falta muito caminho pela frente. Precisamos deixar para os nossos descendentes, um sindicato livre, altivo, corajoso, combativo, rebelde, digno de um paraibano histórico.
Companheirada, nesta alegria santa, por que não dizer evangélica, vamos começar o velho no novo. E nesse novo, pedir ao Deus das lutas e das vitórias que nos ajude na fidelidade á classe, á Paraíba, ao Brasil e ao povo sofredor, razão desse sindicato.

Tenho dito."

Ir. Socorro de Jesus,
João Pessoa 12 de maio de 2006




FENATE - Endereço Provisório em Brasília - SCS Qd. 02 - Ed. Anhanguera - 7.º andar - Sala 701 - CEP 71315-900 - Brasília-DF